Jurisprudência/Acórdãos

Pesquisa :
Número do Processo
11610.005649/2007-30
Contribuinte
FARO PRODUCOES ARTISTICAS LTDA
Tipo do Recurso
RECURSO VOLUNTARIO
Data da Sessão
11/11/2020
Relator(a)
Efigênio de Freitas Júnior
Nº Acórdão
1201-004.447
Tributo / Matéria
Decisão
Vistos, relatados e discutidos os presentes autos.
Acordam os membros do colegiado, por unanimidade de votos, em negar provimento ao recurso voluntário.
(documento assinado digitalmente)
Ricardo Antonio Carvalho Barbosa - Presidente

(documento assinado digitalmente)
Efigênio de Freitas Júnior - Relator

Participaram do presente julgamento os Conselheiros: Neudson Cavalcante Albuquerque, Gisele Barra Bossa, Allan Marcel Warwar Teixeira, Alexandre Evaristo Pinto, Efigênio de Freitas Junior, Jeferson Teodorovicz, André Severo Chaves (suplente convocado) e Ricardo Antonio Carvalho Barbosa (Presidente).


Ementa(s)
ASSUNTO: SISTEMA INTEGRADO DE PAGAMENTO DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES DAS MICROEMPRESAS E DAS EMPRESAS DE PEQUENO PORTE (SIMPLES)
Ano-calendário: 2006
SIMPLES. PRODUÇÃO DE ESPETÁCULO. VEDAÇÃO.
A produção de espetáculo, atividade vedada ao Simples, é uma atividade complexa que demanda a atuação de vários profissionais com vistas a realização do objeto, que pode ser teatro, dança, ópera, exposições, cinema, vídeo, televisão, rádio e produção musical etc. Para tanto faz-se necessário o aluguel de espaços físicos, equipamentos, instrumentos, dentre outros elementos.
Provado nos autos o exercício dessa atividade, há de ser indeferida a solicitação de inclusão no Simples.

Anexos


*Essa publicação não substitui a original.